evt

This category contains 85 posts

Papel de Natal – ANIMAESCOLA 2019-2020

papel de natal

O “Papel de Natal” é um filme de causas, é um grito de  alerta para importância da defesa das florestas e do desenvolvimento de uma consciência ecológica desde a infância.

Papel de Natal

Título original: Papel de Natal
De: José Miguel Ribeiro
Com: Ivo CanelasVítor AndradeCrista Alfaiate
Género: Animação, Curta
Classificação: M/6
Outros dados: POR, 2014, Cores, 40 min.

Sinopse: Camila é uma menina alegre e criativa que, um dia, percebe que o seu pai desapareceu sem deixar rasto. Determinada a encontrá-lo, constrói um amigo para a ajudar: um boneco de cartão chamado Dodu. Ele não só ganha vida como parte em busca do pai de Camila num universo paralelo em que tudo é feito de papel. Agora, é preciso resgatá-lo das garras do Monstro Desperdício…
Dirigido por José Miguel Ribeiro (“A Suspeita”), uma história de amizade e coragem que pretende sensibilizar o público para a sustentabilidade, fazendo referência a uma “tradição” de Natal com a qual é preciso romper: o desperdício de papel. É deste material que são feitos, literalmente, cenários e personagens. O filme combina animação em “stop motion” com imagens reais.
Fonte: [PÚBLICO]

COCO – ANIMAESCOLA 2019-2020

coco

Coco
Lee Unkrich, Adrian Molina
Com: Edward James Olmos (Voz), Benjamin Bratt (Voz), Alanna Ubach (Voz), Gael García Bernal (Voz)
Género: Animação, Comédia
Classificação: M/6
EUA, 2017, Cores

Sinopse: Uma aventura familiar inspirada no feriado mexicano do Dia dos Mortos.
Miguel é um menino de 12 anos que sonha vir a ser um músico famoso, mas que vive contrariado pela família. Ainda assim, Miguel vive com a determinação de tornar o seu sonho em realidade e pelo caminho acaba desencadeando uma série de acontecimentos ligados a um mistério de 100 anos…

Halloween – máscaras 

Arte em papel

 

O Menino e o Mundo – ANIMAESCOLA 2019-2020

 

Capturar2imagem6

Alê Abreu – Brasil, 2013
Animação, 85’
Sinopse
– Cuca mora com os pais, no campo. Um dia, o pai parte para a cidade em busca de trabalho. Cheio de saudades e tristeza, Cuca faz as malas e parte à descoberta do novo mundo do seu pai. Na jornada encontra seres estranhos e descobre que a miséria e a desigualdade social são alguns dos maiores problemas que as pessoas têm de enfrentar.

Uma visão ingénua e poética do mundo globalizado, esta longa metragem de animação de Alê Abreu, vencedora de mais de 45 prémios, quase não tem diálogos e é falado numa língua inventada: o português invertido.

https://www.rtp.pt/

Mandalas

Água-forte de lápis de cera

 

Ponyo à Beira-mar – ANIMAESCOLA 2019-2020

ANIMAESCOLA 2019-2020

O  Grupo  Educação Visual  e Tecnológica (Grupo de Recrutamento 240)  elaborou diversas atividades destinadas a alunos do 1.º e 2.º ciclos com o intuito de ir ao encontro dos programas curriculares desenvolvidos ao longo destes 6 anos, e a fim de, num contexto lúdico e através de diversas experiências de aprendizagem, sensibilizar os alunos para o cinema com arte.

ponyo

Ponyo à Beira Mar|Ponyo
Hayao Miyazaki
Japão, 2008, 103’
Sinopse
– Sousuke encontra um peixinho dourado preso em uma garrafa e decide libertá-lo, sem saber que se trata da deusa do mar Ponyo.

Aguarela e lápis de cor

Teatro de sombras – A Fada Oriana – “Ambientes Mágicos”

Sinopse
Dizia Sophia que as fadas são seres da natureza. Queria com isto lembrar que elas nascem da nossa capacidade de atribuir vida, vontade e intenções ao mundo da natureza.
Em A Fada Oriana, encontramos o dom da proteção sobre os seres mais frágeis que vivem numa floresta, encontramos as tão humanas oscilações entre a solidariedade, o sentido da responsabilidade e o egoísmo e a vaidade. Encontramos, como é próprio de muitos contos tradicionais e para a infância, as peripécias de uma luta entre o bem e o mal.                          

Fonte: web.portoeditora.pt/

Os alunos do 5ºC e 5ºD apresentaram o teatro de sombras, “A Fada Oriana”, de Sophia de Mello Breyner Andresen. O projeto foi desenvolvido nas aulas de Laboratório das Artes, Educação Visual, Educação Tecnológica, Português e Educação Musical, no âmbito  do Domínio de Autonomia Curricular. Nos dias abertos do Agrupamento, foram realizadas três sessões para os alunos do 1º ciclo, quatro sessões para os alunos do 2º ciclo, professores e encarregados de educação.

Fada Oriana A3 final

 

Era uma vez uma fada chamada Oriana.
Era bonita e boa. Ela guardava uma floresta que lhe tinha sido entregue pela rainha das fadas. Ela cuidava dos animais, das plantas, dos homens. Mas ela tinha um carinho especial pela velhaque vivia sozinha. Ajudava-a a limpar a casa, a fazer o café, a pôr o açúcar e também a ajudava a transportar os paus que ela ia vender á cidade.
Ora, um dia Oriana abeirou-se do rio. Apareceu então um peixe que se mostrava muito aflito, fora de água e lhe pediu ajuda.
Oriana quando viu a sua imagem refletida na água reparou na sua beleza. O peixe dia após dia, cultivou na Oriana a vaidade e ela, a pouco e pouco, foi abandonando a floresta. De vez em quando ia visitar a velha mas chegou um dia que também a esqueceu por completo.
Quando apareceu a rainha das fadas e viu o abandono da floresta, ficou muito zangada e teve que castigar Oriana.
Tirou-lhe as asas e a varinha de condão.
Oriana ficou muito triste, chorou mas a rainha não a desculpou. Só lhe disse que lhe daria as asas e a varinha quando ela fizesse algo para as merecer.
Passados dias avistou ao longe a velha muito cansada e quase cega que se aproximava
de um abismo.
Oriana ficou muito aflita. Quando chegou à sua beira a velha estava a cair do abismo.
Oriana mesmo sem asas, saltou do abismo e agarrou a velha pelos pés.
Nessa altura apareceu a rainha das fadas e devolveu a Oriana as asas e a varinha de condão
Então Oriana levantou a sua varinha de condão e tudo ficou encantado.

Fonte: Resumo-fada-oriana

Nossas causas

Encontro Nacional APEVT - 7 de janeiro de 2012 - EVT- Aveiro.

Posição da APEVT – Em defesa da EVT!

EVT

Dezembro 2019
S T Q Q S S D
« Nov    
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031  

moodle

Moodle da EB 2 de Castro Daire

Blog Stats

  • 75.642 hits

Arquivos